É necessário ter fluência no inglês para conseguir um bom emprego? Se você ainda tem dúvidas sobre a importância do domínio do idioma para sua carreira, criamos este post para falar um pouquinho mais sobre esse assunto. Confira!

Na entrevista de emprego

Claro que depende da vaga à qual você está se candidatando, mas aquelas que usarem o idioma diariamente podem exigir que a entrevista seja feita em inglês, requisitando um domínio fluente do speaking. É importante que você não demonstre grandes dificuldades durante a conversa e responda com segurança às perguntas que o examinador fizer. Veja alguns exemplos de questões recorrentes nesses momentos.

Tell me about yourself. – Fale sobre você.

Discuss your educational background. – Fale sobre sua formação educacional.

What are your strengths?Quais são seus pontos fortes?

What are your weaknesses?Quais suas fraquezas?

What are your career goals?Quais são seus objetivos para a carreira?

Em profissões em que a língua inglesa não é de vital importância para a realização da função, é suficiente possuir um conhecimento de nível intermediário que permita que você consiga ler, escrever e manter um diálogo, mesmo que breve. O fato de a entrevista não ser feita em inglês pode levar o candidato a mentir para conseguir a vaga. Não faça isso e seja sincero sobre o seu nível de domínio do idioma.

No dia a dia

Isso também depende do cargo que o profissional ocupa. Algumas profissões exigem uma fluência em todos os âmbitos do inglês, outras já toleram um nível intermediário com focos em pelo menos uma das habilidades de reading, speaking ou listening.  

Profissões com contato direto com clientes ou colaboradores

Em cargos mais altos de multinacionais, você lida com pessoas de diferentes países, tornando a fluência algo imprescindível e fundamental para a realização do trabalho. Um outro exemplo que possui esse uso diário do idioma é o setor hoteleiro.

Profissões que utilizam o inglês com menos frequência

Aqui o inglês não é fundamental para a realização da função, porém precisa-se de um mínimo conhecimento do idioma porque, em algum momento do trabalho, você poderá lidar com ele, como por exemplo, durante a leitura de um manual para realizar a manutenção de algum maquinário.

Por isso, você será mais requisitado a utilizar principalmente o reading. Fiscais de máquinas industriais, profissionais de TI ou do setor de comunicação são exemplos de carreiras que convergem para esse sentido.

Business English

É o estudo do inglês focado no dia a dia dos negócios, tornando o profissional capaz de manter conversas e interações com colaboradores de outros países e entender os termos utilizados nesses meios. É um conhecimento intermediário que não te deixa necessariamente apto a realizar qualquer tipo de interação com o idioma. Funções empresariais no geral (não as que tratam direta e continuamente com colaboradores falantes da língua inglesa) são exemplos de profissões que podem lançar mão dessa opção.

Quais as áreas mais requisitadas?

Essa pergunta não possui mais uma resposta garantida. Antes era mais simples elencar as profissões que requisitavam o domínio do idioma, porém, um mundo tão conectado como o atual criou a necessidade de mais carreiras colocarem o inglês como uma de suas exigências. Por isso, o ideal é investir no aprendizado e conseguir um conhecimento avançado que irá te preparar para alcançar cargos maiores.

Continue o aprendizado do inglês, navegue pelo nosso blog e confira outros posts como este!

Como pensar em inglês

Tempos verbais em inglês – simple present

Venha para a Prepara!

Quer garantir um futuro ainda mais brilhante? Conheça os cursos profissionalizantes da Prepara e esteja pronto para o mercado de trabalho!