No processo de escolha dos candidatos, as empresas estão levando mais em conta a realização de trabalho voluntário inserida no currículo. É uma atividade que se soma à formação pessoal e é considerada uma preparação para os desafios do mercado de trabalho. Quer saber outros motivos importantes para ter um trabalho voluntário no currículo? Confira neste post!

Desenvolve habilidades pessoais e profissionais

Realizar um trabalho voluntário desenvolve habilidades que são requeridas no dia a dia das corporações, como trabalho em equipe, comprometimento, liderança e boa comunicação. Além disso, o profissional também desenvolve outras características pessoais que são valorizadas pelos empregadores: sensibilidade, humanidade e proatividade. 

No momento da entrevista de emprego, não é preciso falar sobre as qualidades do trabalho voluntário, pois esse serviço fala por si. Além do mercado de trabalho, o trabalho voluntário tem peso nos processos seletivos para ingressar em universidades no exterior e mostra que você é uma pessoa que dedica o seu tempo livre a uma causa, sem ficar parado quando o assunto é aprimoramento pessoal e profissional. Mostrar que você é um candidato que tem a tendência para sair da zona de conforto e enfrentar novos desafios o torna mais apto a participar de projetos diferentes na empresa.

Alternativa ao desemprego

O profissional que busca ser recolocado no mercado de trabalho não pode ficar parado enquanto está nesse processo de achar novas oportunidades. É importante dedicar o tempo para desenvolver novas habilidades, aprimorar o seu lado profissional e suas habilidades pessoais, o que ajuda a conquistar uma nova vaga.  No processo de escolha do candidato, o trabalho voluntário também pode ser um critério de desempate entre dois concorrentes, pois muitas vezes dois candidatos possuem um perfil profissional semelhante.

Como colocar no currículo?

Se o candidato não possui nenhuma experiência profissional, um ponto exigido em muitas vagas abertas no mercado, os trabalhos voluntários podem ser descritos junto com os projetos da faculdade e outras atividades relacionadas à profissão que deseja seguir, por exemplo. Quando há outros empregos no currículo, insira a experiência voluntária em um tópico como dado complementar. Descreva a atividade com o nome da instituição, o período de participação e as principais funções e habilidades que desenvolveu.

É importante lembrar que o trabalho voluntário não precisa ter uma relação com a área da vaga pretendida. Não se preocupe: ele continuará somando pontos positivos ao seu currículo! Saiba mostrar de forma objetiva suas experiências e como isso contribuiu para o seu caminho profissional. Hoje em dia, alguns sites de emprego possuem espaços específicos para os candidatos incluírem as informações sobre o trabalho voluntário. O importante é não se esquecer de contar sobre essa experiência que será muito especial para a sua vida, sem dúvidas! 

Veja outros conteúdos sobre mercado de trabalho no nosso blog:

“Qual é a sua pretensão salarial?”: como responder essa pergunta

Como melhorar sua confiança no ambiente de trabalho

Venha para a Prepara!

Quer garantir um futuro ainda mais brilhante? Conheça os cursos profissionalizantes da Prepara e esteja pronto para o mercado de trabalho!