Durante o ensino médio, os estudantes se veem na difícil missão de escolher qual área de atuação querem seguir. O gosto pelas matérias da escola já indicam o caminho, mas será que isso é tudo? No post de hoje, nós daremos algumas dicas que podem te ajudar a chegar a uma decisão mais segura e planejada.

Faça diversas autoanálises

Todo o processo de escolha da profissão é uma viagem ao interior do seu ser em busca de encontrar as motivações da sua vida. E para facilitar o caminho, você precisa saber exatamente o que existe lá dentro. Nesse sentido, há uma série de práticas e exercícios que irão te ajudar a conhecer mais sobre si mesmo, como:

Entender do que você gosta

Crie listas com ideias opostas, colocando em uma o que você gosta e em outra aquilo que odeia. Faça também versões mais práticas, escrevendo atividades que se julga apto a fazer e contrariando-as com outras que não se acha suficientemente adequado para realizar.

Observar as suas características pessoais

Você é uma pessoa tímida ou gosta de fazer novas amizades? O que te agrada: um dia movimentado na praia ou uma tarde sem fazer nada no quarto? Entender seus gostos pessoais pode ser fundamental para a escolha da profissão, já que a rotina do trabalho precisa ser congruente com o que te faz bem.

Conte sua história de vida

Pense no que te fez chegar até este momento, lembrando-se das experiências que foram decisivas para a sua história de vida. Olhar o passado te ajuda a compreender quem você é.

Imagine o futuro

Pense no que te deixaria feliz no futuro, visualizando a vida que deseja para você. Isso pode te ajudar muito a ver qual a profissão ideal para realizar todos os seus sonhos e aspirações profissionais.

Identificando o perfil

Com uma noção maior das suas preferências, você já está mais preparado para reconhecer em quais perfis melhor se encaixa. A educação brasileira divide as áreas de atuação em 3: humanas, exatas e biológicas. Essa segmentação é importante para guiar as disciplinas da grade curricular das escolas e, consequentemente, a ramificação de cursos dos vestibulares.

Confira um pouco mais sobre os estudos de cada área e saiba os perfis mais característicos de cada uma delas:

Humanas

Geralmente, os cursos são focados no estudo do pensamento humano e das suas relações em sociedade. O estudante precisa ter uma certa aptidão para ler e escrever, já que as graduações da área terão uma intensa carga de leituras e trabalhos escritos.

Quem se propõe a cursar uma graduação na área de humanas precisa gostar de temas relacionados à arte e à cultura, entendendo todos os seus efeitos na organização e no funcionamento das sociedades. Além disso, precisa ter um perfil questionador quanto aos problemas sociais e políticos do mundo.

Durante o ensino médio, essa área é representada pelas disciplinas de história, geografia, filosofia, sociologia e artes. Direito, comunicação social, relações públicas e pedagogia são exemplos de cursos notadamente de humanas.

Exatas

Os cursos de exatas se concentram, principalmente, no estudo dos fenômenos físicos e matemáticos, bem como seus usos para a construção de equipamentos que facilitem a vida humana e resolvam alguns de seus problemas.

O estudante da área precisa ter uma certa aptidão para números e cálculos, além de ser curioso para entender como as coisas funcionam e criar inovações tecnológicas. Uma boa capacidade de raciocínio lógico, a predileção pelo pensamento sistêmico e o interesse pela resolução de problemas também são características importantes para o candidato.

No ensino médio, as exatas são representadas pelas disciplinas de matemática, física e química. Ciência da computação, engenharia naval e ciências contábeis são exemplos de cursos da área.

Biológicas

Um curso na área de biológicas possui seu foco principal nos estudos das formas de vida que povoam o planeta Terra. Seus campos principais se colocam no estudo da ecologia e nos cuidados com animais e seres humanos.

O estudante precisa apresentar inclinação pela área da saúde, do estudo do corpo humano e da prevenção de doenças, por exemplo. Além disso, há outras vertentes de profissão que se preocupam com a natureza e cuidam dos animais.

Durante o ensino médio, a área de biológicas é representada principalmente pela disciplina de biologia. Física e química também podem ser inseridos nesse campo do conhecimento. Medicina e veterinária são os exemplos principais de cursos.

Formação multidisciplinar

A divisão em três áreas de atuação distintas é muito importante para ajudar a orientar os seus estudos. Porém, você não deve se prender a isso, já que o mercado pede cada vez mais profissionais com uma formação multidisciplinar, o que deixa as fronteiras entre os temas menos definidas.

Pense em profissional de marketing on-line, por exemplo. É preciso que ele tenha uma base completa de comunicação, disciplina que está dentro do campo das humanas. Porém, ele também deve entender de tecnologia, uma matéria das exatas. E isso acontece em várias outras profissões, que podem se utilizar de diferentes áreas do conhecimento para o trabalho.

É importante que você se baseie nessa divisão para escolher os cursos que deseja fazer. Porém, saiba que pode ser que você também tenha que se aventurar em outro campo para complementar seus estudos no futuro.  

Informando-se sobre a área

Após ter uma noção mais clara sobre qual área deseja seguir, chegou a hora de buscar mais informações sobre as carreiras desejadas. E para isso, você pode investir em alguns exercícios, como:

Conhecer pessoas

Procure contato com pessoas que exercem diferentes profissões dentro da área que você está inclinado a escolher. Pergunte sobre o processo de escolha, os problemas da carreira e as satisfações que o trabalho costuma trazer. Além disso, siga nas redes sociais algumas personalidades que são referência no ramo escolhido.

Visitar feiras de profissões

As feiras de profissões costumam trazer visões interessantes sobre as mais diversas carreiras. Nesses eventos, você pode conhecer profissionais reconhecidos no setor e conversar com outros estudantes que possuem gostos parecidos com os seus.

Pesquisar sobre o mercado

Você não deve pautar sua escolha apenas nas promessas financeiras que a área faz. Porém, é importante entender como funciona o mercado para a profissão que planeja seguir. Procure o máximo de informações possível sobre as ofertas de emprego e os diferentes campos de atuação relacionados.

Não tenha medo de errar

Saiba que decidir sobre seu futuro profissional realmente é algo delicado, e que exige tempo e preparação. É essencial que você chegue a uma conclusão bem pensada e que consiga reunir todas as ideias que você possui sobre si mesmo e sobre sua vida. Porém, não veja isso como o final! Não é uma decisão que você precisa manter para sempre.

Agora que você já sabe como escolher seu curso, que tal estudar para mandar bem no vestibular? Confira nossas dicas:

Como lidar com a ansiedade pré-vestibular?

Os temas mais prováveis para a redação do Enem de 2018

Venha para a Prepara!

Quer garantir um futuro ainda mais brilhante? Conheça os cursos profissionalizantes da Prepara e esteja pronto para o mercado de trabalho!