Para mandar bem no Enem, é preciso estudar além das disciplinas tradicionais das áreas de humanas, exatas e biológicas. Todos os anos, o exame aborda os principais assuntos da atualidade que foram significativos, de alguma maneira, para o Brasil e para o mundo. É importante organizar a rotina de estudos para ter um tempinho para acompanhar as notícias. Reunimos algumas atualidades que podem aparecer nas questões do Enem 2020 ou, até mesmo, que podem se relacionar com o tema da redação. Confira!

Incêndios na Austrália

No fim de 2019, começou a temporada de incêndios na Austrália, intensificando-se em janeiro de 2020 e levando muitas regiões a declarar estado de emergência. O controle desse desastre ambiental foi um desafio para as autoridades australianas, que usaram barcos e aviões para ajudar as pessoas que estavam sendo prejudicadas e para avaliar o tamanho das perdas e danos.

Mesmo sendo frequentes na Austrália, a intensidade desses incêndios foi fora do normal, e é bem provável que isso tenha relação com a mudança climática global. A gravidade da situação foi relacionada com o fenômeno El Niño, que causa mais calor e seca no país.

Pandemia do coronavírus

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) está atingindo muitos países, causando muitas mortes e totalizando quase 5 milhões de casos pelo mundo, com a tendência de crescimento desse número. A situação começou a se agravar na China em dezembro, e em março a Itália começou a sofrer com o vírus, adotando a medida de lockdown em muitas regiões do país. Também na Europa, a Espanha, a França e o Reino Unido foram muito atingidos pela doença. 

Até o momento atual, os Estados Unidos detêm o recorde em número de casos, com mais de 1 milhão já registrados, tornando-se o novo epicentro da doença no mundo. O país norte-americano adotou a quarentena e realiza a testagem em massa, além de inúmeras pesquisas em grandes universidades para criar uma vacina ou um remédio eficaz para os infectados. 

Atualmente, na China e em alguns países da Europa, a curva de contágio já está achatada, resultado de períodos de quarentena e de medidas rígidas de prevenção. Agora esses países já estão podendo flexibilizar o comércio e as saídas de casa, mas sempre seguindo todas as medidas de prevenção sugeridas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Pandemia do coronavírus no Brasil

Já no Brasil, o pico não foi atingido até o momento e, mesmo com as medidas preventivas e a quarentena, a curva ainda não achatou. O primeiro caso da doença foi registrado em fevereiro, e a primeira morte, em março, tendo o seu epicentro na capital do estado de São Paulo, além de muitas mortes e casos no Rio de Janeiro e nas regiões norte e nordeste. A pandemia levanta assuntos políticos e sociais do país, como a infraestrutura do sistema de saúde e a flexibilidade do ensino a distância (EAD), além da falta de testagem, o que dificulta os estudos e as estatísticas realizadas.

Para conter o novo coronavírus, o isolamento social e as medidas preventivas, como o uso de máscaras e a higienização das mãos e dos produtos que entram em casa, são incentivados. Os estados decretaram o fechamento do comércio não essencial e das escolas, e incentivam as pessoas que podem a evitar a ida ao trabalho, mudando o dia a dia de muitos profissionais. 

Fake News

Um assunto muito falado desde 2018, por conta das eleições americanas disputada pelos candidatos Donald Trump e Hillary Clinton, quando algumas notícias falsas fizeram muitos eleitores da candidata mudarem o voto. As fake news estão sendo cada vez mais combatidas, mas ainda estão presentes na vida de muitas pessoas. 

Esse é um termo que se refere a notícias falsas, incompletas ou inexatas, muitas vezes espalhadas para prejudicar um partido político, uma pessoa ou um movimento. Isso acontece em todo o mundo e cresce pela internet, onde todos estão hiperconectados e, muitas vezes, não fazem as buscas de maneira correta ou não verificam a veracidade de determinada informação. Por causa da pandemia do coronavírus, muitas fake news se espalharam em 2020 entre os brasileiros.

Educação brasileira 

A educação do Brasil ganha ainda mais destaque em 2020 por causa da pandemia, que revelou diferenças na estrutura de ensino a distância e problemas de adaptação de professores e alunos, além de debates sobre como será a educação pós-pandemia ou como serão realizadas provas de vestibulares e do Enem, por exemplo. Ainda em pauta, também estão o fim de cursos de ciências humanas, como Sociologia e Filosofia, e a normalização do ensino em casa.

Esses são alguns assuntos da atualidade que podem aparecer no Enem 2020. Fique atento às novidades sobre eles e aos seus desdobramentos, além de possíveis novos temas. Acompanhe as notícias sobre o exame deste ano, além do calendário, para não deixar passar nada! Adapte a sua rotina de estudos e leia sobre as atualidades. Além disso, acompanhe outras dicas no blog da Prepara!

12 perfis para estudos no Instagram

5 hábitos que ajudam na concentração para estudar em casa

Venha para a Prepara!

Quer garantir um futuro ainda mais brilhante? Conheça os cursos profissionalizantes da Prepara e esteja pronto para o mercado de trabalho!