Os termos realidade virtual (VR - de virtual reality, em inglês) e realidade aumentada (AR - de augmented reality, também na língua inglesa) muitas vezes são interpretados como a mesma coisa e acabam confundindo as pessoas. Na verdade, eles trazem sentidos bem diferentes e representam possibilidades de tecnologias distintas. Pensando em te ajudar a não fazer essa confusão, nós separamos explicações sobre cada um. Vamos lá? 

Realidade virtual 

A realidade virtual é um universo todo criado por computador, que envolve imagens, sons e captura de movimentos. Geralmente utilizam-se equipamentos para isolar-se do espaço físico e imergir completamente em uma realidade simulada pelos aparelhos digitais. A interatividade da tecnologia é possibilitada pelos sistemas modernos de mapeamento de movimentos, possibilitando girar 360° e andar por distâncias curtas. 

Para aproveitar a experiência da realidade virtual, é preciso utilizar headsets, como o Playstation VR, da Sony, ou os óculos da Samsung. Esses aparelhos são conectados ao smartphone, videogame ou computador, software responsável por gerar as imagens e os outros elementos sonoros e visuais. 

Usos da tecnologia 

As aplicações da tecnologia VR são muito variadas, com destaque para a indústria de games. Desde a atualidade já há exemplos de jogos no mercado que procuram criar um visual bem imersivo para os usuários, principalmente para títulos de aventura ou de esportes, por exemplo. 

A realidade virtual pode ser utilizada também para formar profissionais que precisam de um treinamento intenso, como a aviação. É possível até tratar problemas psicológicos, como o medo de altura, simulando as sensações da fobia sem expor a pessoa aos riscos. 

Realidade aumentada 

Diferentemente da realidade virtual, a realidade aumentada não cria um universo próprio produzido pelo computador. Na verdade, ela adiciona elementos gráficos, sonoros ou textuais a uma paisagem já existente no mundo real. Geralmente a tecnologia se utiliza das câmeras dos aparelhos - smartphones ou tablets, por exemplo - para acionar a inteligência artificial que insere as imagens e textos. 

Usos da tecnologia 

Em 2016, o Pokemon Go virou uma febre no mundo inteiro. O jogo empregava realidade aumentada para inserir os famosos personagens da franquia em locais espalhados pela cidade. Nessa linha, há uma série de jogos com propostas semelhantes. 

A aplicação da realidade aumentada também pode ser diversa, desde questões mais corriqueiras do dia a dia, como mostrar as especificidades dos produtos em um supermercado, até modernas aplicações para complementar os conteúdos vistos em sala de aula, por exemplo. 

Gosta de tecnologia? Então confira outros conteúdos sobre o assunto:

Como funciona a carreira de youtuber?

O que esperar do Android 9 Pie?

Venha para a Prepara!

Quer garantir um futuro ainda mais brilhante? Conheça os cursos profissionalizantes da Prepara e esteja pronto para o mercado de trabalho!